Verbo Web: As compras coletivas na web

Juntar a galera e comprar um produto com um preço mais em conta não é prática nova no varejo. Porém, contudo, todavia, alguns sites se anteciparam à escolha do consumidor e passaram a oferecer ofertas mil com descontos incríveis (caso atinja a cota de compradores estipulada pelo site, claro). Essa é a premissa das ‘compras coletivas’ na web, por aí desde 2006 habitando as profundezas do oceano, mas que produziu uma onda grande que bateu mesmo há pouco – principalmente ‘con la revolución del tuínter’ – e agora vai colhendo suas marolinhas. Sempre avançando.

E na internet é assim: se chamou a atenção, logo mais aparece, por duplicação instantânea do tipo bob-esponja, outros braços e seres idênticos. Tanto melhor para os consumidores que ganham mais opções.

Bastou um Peixe Urbano engordar na rede, que outros começaram a aparecer para disputar o prato do navegante. Não é por menos, pois o comportamento tem sido mais que receptivo do público – até por que, seja feita justiça, os descontos são abissais em alguns casos. E o golpe está justamente aí: nos casos. Na ‘gama variada de descontos oferecidos’. Vendem o peixe dizendo que os ‘casos’ são dos mais variados, desde massoterapia a rodízio de sushi (quando na verdade, a impressão é que justamente só se oferece massagem e peixe cru).

No começo, um furor – ‘carai, vei, peixe cru a vinte reais!’, não foi raro encontrar pessoas com problema no tíquete-desconto, vide a discriminação dos restaurantes entre clientes normais e clientes-da-compra-coletiva. Gerou uma celeuma, que freou o avanço desenfreado, mas não findou a prática. Serviu inclusive para que o serviço melhorasse em muitos pontos. Os sites proliferam e é bom que seja assim, pois sai ganhando somente o usuário que terá mais opções de massagem e de comer um bom niguiri.

Quero ver a hora que a ideia se estender ao ramo do sexo. Lança lá o site um desconto de 90% no coito com uma dessas modelos de faculdade nos puteiros mais galantes de São Paulo e está pronto: compra coletiva também nos puteiros. Justo. Que lancem logo este Piranha Urbana, não é?

No final da coluna no blog do Bléh, você encontra todos os links para consulta.


Anúncios

2 Respostas para “Verbo Web: As compras coletivas na web

  1. pois eu faço compra coletiva e só me dei bem até hoje!! hahahahah
    é só ser espertão e comprar direito!! hahahah
    o mundo é dos espertos! ahhahaha 😛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s